Investimentos que valem a pena: conheça as razões para fazer um consórcio

Confira todos os benefícios da modalidade e faça um investimento seguro

Fazer um consórcio pode ser a solução ideal para os objetivos financeiros de muita gente, especialmente quando se fala em metas de médio e longo prazo.

Para a maioria dos brasileiros, ter acesso a um bem ou serviço de alto valor, como uma casa ou um projeto de energia solar, por exemplo, é um processo que exige tempo e um bom planejamento financeiro.

Afinal de contas, sem a organização necessária, a realização desses sonhos pode se transformar em uma tarefa muito árdua, tomando mais tempo que o necessário.

Para evitar os obstáculos e conquistar seus objetivos com o máximo de eficiência e planejamento, vale a pena conhecer as razões para fazer um consórcio.

Por isso, vamos explicar aqui como a modalidade funciona e por que ela é um investimento seguro. Confira!

Como o consórcio funciona?

O consórcio funciona como uma modalidade de compra programada, chamada também de autofinanciamento.

Nele, um grupo de pessoas físicas ou jurídicas, no caso de consórcios estabelecidos entre empresas, se une para adquirir um mesmo bem ou serviço.

Basicamente, cada participante contribui com uma parcela mensal, que é utilizada para formar um fundo comum.

Esse fundo é utilizado para comprar o bem ou serviço desejado pelos participantes do consórcio, através de sorteios ou lances, realizados de forma mensal, durante as Assembleias Gerais do grupo.

No caso dos lances, que funcionam como uma espécie de leilão, os consorciados realizam uma oferta de um determinado valor que corresponde a um adiantamento de parte das parcelas que ainda devem ser pagas.

Isso pode acontecer por meio de um lance livre, no qual a pessoa pode oferecer até 100% do valor da carta de crédito; um lance fixo, no qual o valor a ser ofertado é estabelecido pela administradora do consórcio; e um lance embutido, que utiliza parte da própria carta de crédito.

Neste último caso, se a carta de crédito vale 100 mil reais e o consorciado faz um lance embutido de 5 mil reais, receberá 95 mil no total, caso seja vitorioso.

Quando um participante é contemplado, ele recebe a carta de crédito e pode utilizá-la para adquirir o bem ou serviço desejado.

Os participantes que não foram contemplados em um determinado mês continuam contribuindo com suas parcelas e concorrendo aos sorteios nos meses seguintes.

É importante destacar que o consórcio não é um empréstimo, já que os participantes não estão pegando dinheiro emprestado de alguma instituição.

Eles estão contribuindo com uma parcela mensal para formar um fundo comum, que será utilizado para adquirir os bens.

Além disso, o consórcio é uma alternativa para quem não tem o dinheiro para comprar uma casa ou carro à vista, mas tem disciplina para fazer uma poupança mensal e aguardar a contemplação.

Agora que você já sabe como essa modalidade de investimento, ou autofinanciamento, funciona, confira 10 razões para fazer um consórcio!

1. Oferta de planos e grupos de consórcio diversificados

A primeira vantagem que o consórcio oferece é o fato de que é possível encontrar uma grande diversidade de grupos, seja para quem quer comprar um bem, como um carro, ou para quem deseja acessar um serviço de alto valor, como uma instalação de placas de energia solar, por exemplo.

Além disso, também é possível encontrar variedade em relação aos tipos de grupos e planos, ao número de integrantes, tempo de duração, valor da carta de crédito e modalidades de lances aceitas pela empresa administradora do consórcio.

Desse modo, é possível encontrar um grupo que atenda às suas necessidades e tenha uma parcela que caiba no seu bolso.

2.Nada de cobrar taxa de juros

Outra vantagem que merece uma posição de destaque é o fato de que no consórcio não há cobrança de taxa de juros. Isto porque a modalidade não se configura como financiamento, logo, não há por que haver cobrança de juros.

Existem, entretanto, algumas taxas que costumam ser cobradas pelas empresas, variando de administradora para administradora, como:

Taxa administrativa: remuneração para a empresa pelo serviço de criação e gestão do grupo de consórcio.

Taxa do fundo de reserva: garante que o fundo comum destinado à contemplação dos membros do consórcio sempre se mantenha com crédito suficiente para a entrega das cartas de crédito.

Taxa de seguro: nem sempre obrigatória, esta taxa serve para cobrir o consorciado, caso contratado.

3. Possibilidade de ser contemplado rápido no consórcio

Apesar de não garantir o acesso imediato ao bem ou serviço almejado, uma grande vantagem do grupo de consórcio é que existem estratégias para acelerar a contemplação. Afinal, as contemplações são feitas desde o primeiro mês de existência do grupo, por meio de sorteios e lances.

Desse modo, com a oferta de um lance vitorioso, é possível receber sua carta de crédito mais rapidamente.

4. Atualização constante do valor do bem/serviço

Essencial para iniciativas de longa duração, a atualização do valor do bem/serviço é uma vantagem dos grupos de consórcio.

Com o passar dos anos, o valor de um mesmo bem ou serviço tende a mudar e, caso o valor da carta de crédito não acompanhe tal mudança, o consorciado será prejudicado.

Para evitar este tipo de problema, as administradoras de consórcio realizam alguns cálculos para que seja possível realizar uma atualização real do valor da carta de crédito ao longo dos anos.  

Os critérios para este reajuste devem constar no contrato para que o consorciado possa avaliar a proposta.

5. Garantia de flexibilidade para usar a carta de crédito

Outra das razões para fazer um consórcio é a flexibilidade que o consorciado tem para desfrutar da sua carta de crédito.

Tal flexibilidade se dá pelo fato de que a pessoa poderá usar sua carta para escolher qualquer tipo de bem ou serviço. Isto, é claro, quando decide fazer um consórcio com uma empresa comprometida com a variedade, como é o caso da Porto Vale Consórcio.

6. Mais poder de negociação ao realizar pagamentos à vista

Já que a carta de crédito contemplada corresponde ao valor integral do serviço ou bem almejado pelo grupo, o consorciado tem a chance de fazer uma compra à vista.

Com isso, o poder de negociação aumenta e fica muito mais fácil negociar descontos ou outras vantagens.

7. Chance de usar até 10% do valor da carta de crédito para cobrir eventuais despesas

Para quem busca por uma otimização máxima dos recursos, outra razão para fazer um consórcio é a possibilidade de usar até 10% do valor total do crédito para pagar despesas relacionadas à aquisição do bem ou do serviço.

No caso de alguém que faz parte de um consórcio de veículos, por exemplo, ao escolher comprar um seminovo, parte da carta de contemplação pode ser usada para pagar documentações, como o certificado de transferência veicular, pagar tributos, o seguro do veículo, e outras questões.

8. Parcelamento integral do valor do bem ou serviço

Se opondo aos tradicionais financiamentos, outra razão para fazer um consórcio é que nele não é preciso dar um valor de entrada.

Além disso, o valor do bem ou serviço é dividido de forma integral na quantidade de mensalidades determinadas logo na criação do grupo, permitindo que o integrante inicie este investimento com segurança e responsabilidade.

9. Forma segura e planejada de formar ou ampliar seu patrimônio pessoal, empresarial ou familiar

Poder ampliar seu patrimônio de forma planejada é outra das razões para fazer um consórcio.

Optar por esta modalidade de compra programada é quase uma certeza de sucesso financeiro, principalmente se acompanhada da assistência de uma equipe de especialistas prestativos e preparados para auxiliar seus clientes ao longo de toda a duração do grupo, como é o caso da equipe da Porto Vale Consórcio.

Este tipo de modalidade é especialmente vantajoso para aqueles que desejam começar a levantar o capital necessário para a conquista dos seus sonhos, mas sentem dificuldade de fazê-lo por mecanismos tradicionais como a poupança.

10. Incentivo ao consumo responsável

Seguindo a lógica do planejamento e da segurança, uma das razões para fazer um consórcio é o incentivo que ele promove ao consumo responsável.

Com uma estrutura robusta e todo o apoio técnico prestado aos integrantes dos grupos de consórcio, é possível que os consorciados se planejem de acordo com prestações que realmente cabem no seu bolso.

Quais são os principais tipos de consórcio?

Agora que você já sabe as principais razões para fazer um consórcio, é hora de conhecer algumas das modalidades mais populares para encontrar a opção ideal para você. Confira!

Consórcio de automóveis

O consórcio de veículos é uma das opções mais tradicionais e populares de consórcio, ideal para quem está em busca de realizar o sonho do primeiro carro próprio ou para quem quer se organizar para trocar de veículo de forma planejada.

Este tipo de consórcio costuma oferecer planos que variam de 50 a 80 meses de duração, com valores diversos para a carta de crédito.

Ao ingressar em um consórcio de carro da Porto Seguro, por exemplo, os clientes encontram um catálogo amplo, que oferece desde opções de veículos populares até automóveis de luxo, com créditos que vão de R$ 25 mil a R$ 125 mil.

Neste tipo de consórcio, é possível encontrar opções 0km ou seminovas de carros, motos, veículos utilitários e outras categorias de alta qualidade.

Consórcio de imóveis

Maneira inteligente, econômica e responsável de realizar o sonho da casa ou apartamento próprio, o consórcio imobiliário é a escolha ideal para quem está pronto para dar o próximo passo rumo à realização dos seus objetivos.

Esta modalidade se destaca por ser bastante abrangente, sendo que o consorciado pode usar sua carta de crédito para comprar uma casa ou apartamento próprio, um espaço comercial, um terreno, uma casa de veraneio para usar durante as férias ou para alugar, entre outras opções.

Também é uma das modalidades que conta com os maiores valores de crédito, começando a partir de R$ 70 mil.

Outra vantagem de fazer um consórcio imobiliário é que esta modalidade permite o uso do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, para ofertar como lance.

Consórcio solar

Outra opção de consórcio que tem sido cada vez mais procurado é o consórcio de energia solar, destinado à instalação de placas fotovoltaicas.

Este tipo de investimento traz um enorme retorno financeiro, graças ao alto potencial que a energia solar tem em uma região tropical como o nosso país.

De acordo com dados do Atlas Brasileiro de Energia Solar, o Brasil recebe mais de 3 mil horas de luz solar intensa todos os anos.

Com este consórcio, é possível investir em uma fonte renovável e sustentável de produção de energia e ainda valorizar o imóvel.

O projeto pode ser usado no formato on-grid, no qual ainda há uma conexão com a concessionária de energia elétrica; ou off-grid, no qual a instalação é completamente autossuficiente.

Os créditos desse consórcio variam de R$ 25 mil a R$ 50 mil. Para conhecer mais a respeito destas e de outras modalidades, entre em contato com a equipe da Porto Vale Consórcio e peça uma simulação!